Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O MEU JEITO DE AMAR...

Há quem pensa, que "sabe" amar...

Espera sempre alguma coisa do outro
Mas nunca genuinamente, se "dá"...

Não sente, não vive o amor,
Simplesmente de seu coração o isola
Esbanja prepotência e arrogância
E nem sabe que pisar nos outros,
É também, "pisar na bola"

Há quem pensa, que "sabe" amar

Será?... Amor de palavras amenas?
Nem mesmo de ríspidas, apenas!

Amor é atitude
é uma  constante necessidade
de acrescentar ao outro,
para se chegar á plenitude

E pra quem acha que "o amor,
Não é pra todos, é somente
Pra quem sabe amar",
Asseguro  que se for assim
não disponho desse amor em mim...

Amor do tipo, que escolhe
A quem "deve" amar?
Amor cheio de presunção...que amor?
Ahhh! vida que padece,
Tu que dormes... acorda!
O amor puro, cristalino,
não faz acepção de pessoas,
ele, simplesmente acontece!

E o afortunado, que
a esse tipo de amor
Se dispôr a dar,
certamente sentirá
Que amor sem cuidado, não "dá"
Que sem paixão, é sem graça
e logo ele esfriará!
E que a ternura, a amizade e o respeito,
precisam sempre junto dele estar

Nesse amor eu acredito!

Logo, o que acontece dentro em mim,
Só estando contigo, para te mostrar...
por certo, carregarei essa esperança
De quem sonhou a vida inteira,
Para esse amor assim, desta forma,
Um dia a ti poder entregar!

Ahhh!... Será que eu ainda, NÃO sei amar?

(Janete Fernandes - 31/10/06)
JANET FERNANDES
Enviado por JANET FERNANDES em 31/10/2006
Reeditado em 31/10/2006
Código do texto: T278796

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
JANET FERNANDES
Fortaleza - Ceará - Brasil
367 textos (25963 leituras)
5 áudios (298 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 03:53)
JANET FERNANDES