Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Acontece de um amor ir-se embora...

Acontece de um amor ir-se embora...
Abrindo em nosso peito uma chaga,
que nem nossas copiosas lágrimas,
lava, nem medica, nem cura!
Acontece de um amor ir-se embora...
Na hora um abismo se abre aos nossos pés...
E o vôo que nossa alma empreende
da luz do céu,
ás luzes do inferno desta cova,
é morrer sem ser a devida hora!
E enquanto o coração rememora doces momentos,
a mente em tormento procura respostas...
Como o pensamento não se encontra pleno,
mais sábio é os olhos que choram...
As lágrimas sejam oceânicas,
tsunamis bravios,
que apaguem todo o amor do peito!
Que levem todas as lembraças doces do pensamento!
Acontece de um amor ir-se embora,
mas se for um verdadeiro amor
ele será vaga...
Que mesmo morrendo na praia,
do fundo do oceâno retorna!
E a sensação de morrer é apenas etérea,
e o abismo é apenas uma grande montanha,
cujo cume apenas é da altura de nosso amor!
Acontece de um amor ir-se embora...
E se não retorna não é amor,
é paixão, encantamento e mais nada!

Edvaldo Rosa
30/10/2006
WWW.SACPAIXAO.NET
Edvaldo Rosa
Enviado por Edvaldo Rosa em 31/10/2006
Código do texto: T278867
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Edvaldo Rosa www.sacpaixao.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Edvaldo Rosa
São Paulo - São Paulo - Brasil, 55 anos
1727 textos (173708 leituras)
23 áudios (10645 audições)
35 e-livros (8978 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 06:21)
Edvaldo Rosa

Site do Escritor