Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MEU HOMEM MADURO / MI HOMBRE MADURO = TÂNIA AILENE

MEU HOMEM MADURO

TÂNIA AILENE

 

Esse é aquele amor

Que nada pede e tudo oferece.

Leva-te ao céu e ao inferno

em frações de segundos.

Põe teu corpo em brasa

E a certeza de ser amada

sabe como te fazer rainha

sem nunca perder o jeito

protetor ao te agradar, é bom demais...

Você nunca ouvir;  foi bom prá você?

Ele sempre sabe como vai ser

a cumplicidade do depois

só os maduros tem...

O antes sem pressa

tanto almejado pelas mulheres.

Só um homem de verdade

sabe como, quando é a hora de desejar

entrar no teu corpo fazer morada

com a permissão de ser para sempre...

Não troco meu homem, quero a experiência

que a maturidade trás...

 

 MI HOMBRE MADURO
TÂNIA AILENE

   
Esto es ese amor
 el cual nada pide y todo ofrece.
El cielo le lo lleva y el infierno
 en fracciones de segundos.
Pone su cuerpo en carbón vivo
 y la certeza de ser amó
 sabe como usted para hacer a reina
 sin nunca perder la habilidad
 protectora a satisfacerle, es bueno excesivamente…
Usted nunca a oír;  ¿estaba el buen prá usted?
Sabe siempre mientras que él va a ser
 la complicidad una
 maduras solas las más últimas tiene…
Antes sin rapidez
 de tal manera deseó por las mujeres.
Un hombre de la verdad sabe
 solamente como, cuando es la hora a desear
 entrar en su cuerpo para hacer por siempre la vivienda
 con el permiso de ser…
No cambio a mi hombre, Deseo la experiencia
 esa la madurez al revés…
 


7/06/2006

TÃNIA AILENE

RIO DE JANEIRO



Tânia Ailene Nua Poesia
Enviado por Tânia Ailene Nua Poesia em 01/11/2006
Código do texto: T279038
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Tânia Ailene Nua Poesia
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
886 textos (30278 leituras)
28 áudios (1362 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 06:57)
Tânia Ailene Nua Poesia