Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DEPOIS DE UMA NOITE COM LUCÍOLA

       





Imaginava-te, Lucíola, debruçado em minhas mãos,
Que os pomos de teus seios eu apertava.
Eu não estava aqui neste silêncio:
No negro manto da noite é que eu estava,
Pensando nos teus beijos,
Beijava-te, os lábios lúbricos
Na minha boca, o amor me alimentando.
Os desejos garimpados no teu corpo
Fluía em minhas mãos, qual diamantes,
E eu ávido os tocava em mais querer,
Numa ambição insaciável dos amantes.

Desfolhava-te o corpo,
E em teu corpo eu sugava-te os desejos,
Lambendo-te a carne, faminto como um cão,
Bebendo-te, provocando-te ainda mais a secreção.
E saciava-me, então, ainda em teus braços,
Sibilava o amor balbuciando,
Sentindo ainda pulsar os corações.


Geraldo Altoé
2006
Geraldo Altoé
Enviado por Geraldo Altoé em 01/11/2006
Código do texto: T279198
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Geraldo Altoé
Serra - Espírito Santo - Brasil, 60 anos
747 textos (17679 leituras)
1 áudios (13 audições)
2 e-livros (164 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 15:05)
Geraldo Altoé

Site do Escritor