Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Eu sabia que tu virias

Te busquei em todos os arco-íris após as tempestades que passei.

Te procurei nas praias, entre conchas e seixos, depois das marés que me assolaram.

As lágrimas que verti de tristeza e solidão, não desembaçaram meus olhos e não tornaram mais fácil te vislumbrar.

Galguei espaços, subi montanhas,disparei entre vales, desafiei limites e destruí mil vezes meu coração.

Eu sabia que tu virias.

Trarias o bálsamo para a dor, consertarias meu coração e o farias bater em compasso com o teu.

Eu tinha certeza que te encontraria.

Meio por acaso, num truque do destino ingenuamente denominado de coincidência.

Bastava ter calma, ter paciência.

Tu virias na hora exata, nem antes como dádiva, ou depois como prêmio, virias no momento pré-destinado, exatamente como descrito nas estrelas e anunciado em cometas e satélites naturais.

Virias quando eu soubesse te valorizar, quando conseguisse te entender, quando soubesse trocar contigo de infantilidades ao amor, plenamente, sem receios, sem medos.

Virias quando eu fosse capaz de te amar, na tua essência e plenitude, não necessitasse criar versões e personas tuas ao meu bel-prazer.

Assim que voluntariamente arrancasse minhas cercas, não conquistando um novo território, apenas fundindo áreas que não precisam delimitar fronteiras nem ter papéis previamente definidos.

Virias quando tu e eu fossemos verdadeiramente nós.

O Tao do amor, Yin e Yang, Amom e Íris.

Virias celebrar o amor pagão, aquele que não precisa de regras ou manuais , de conceitos e preconceitos, o que não se priva, não se tole, o que ama demais, além das definições do amor ...

Agora que chegastes , posso dizer que sempre soube que tu virias.

Leonardo Andrade
Leonardo Andrade
Enviado por Leonardo Andrade em 02/11/2006
Código do texto: T279903

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (citar o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Leonardo Andrade
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
1568 textos (71180 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 22:52)
Leonardo Andrade