Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

BALADINHA APAIXONADA

Hoje pensei um poema
E quando fui escrever a palavra amor
Foi o teu nome que escrevi.

Hoje caminhei num jardim de rosas
E quando colhi uma das rosas do jardim e a levei às narinas
Foi o teu perfume que inebriou minhas fantasias.

Hoje dancei até de madrugada pelas praças, pelas ruas,
E quando me vi perdido num labirinto de solidão
Foi o brilho dos teus olhos que iluminou meus caminhos.

Hoje estive febril, melancólico, abandonado.
E quando quis dar cabo de minha vida
Foi tua lembrança que segurou a minha mão.
 
Hoje estou feliz, infeliz, contraditório, humano.
E rio e ardo e sangro flutuando nas nuvens
Porque foi hoje que te conheci...

E de hoje para o resto dos meus dias,
Ainda que nunca mais te veja,
Sei que serei escravo
Desses olhos que provocam
E dessa boca que maltrata.

José Antonio Martino
Enviado por José Antonio Martino em 02/11/2006
Código do texto: T280109
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
José Antonio Martino
Atibaia - São Paulo - Brasil, 48 anos
46 textos (2946 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 10:00)
José Antonio Martino