Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O MEU AMOR

Resiste ao tempo e cresce, feito árvore frondosa
Raízes fincadas no solo, na profundidade
Não se sufoca com palavras, nem se supõe frágil
É contumaz, sabe a altura que alcança
Fortaleza que apóia, mantém-se em pé:
Ele simplesmente “É”!
Porém, para exercitá-lo é preciso reciprocidade
e do côncavo e do convexo
do desejo e do sexo
do yin e do yang
da magia e do encanto
da busca e do encontro
do abstrato e do análogo
do simbólico e do concreto
da forma e do intelecto
da análise e da síntese
da compreensão e do entendimento
do cartesiano e do holístico
do ser e do estar
do sol e da sombra
do verbo e do silêncio
do consciente e do inconsciente
da alma e do corpo
do vento e da chuva
da loucura e sanidade
da liberdade e dependência
da maturidade e da intuição
da razão e da emoção
do equilíbrio e da vertigem
do movimento e da estagnação
do diálogo e da quietude
do contorno e do ilimitado
do céu e do chão
do sim e do não!

setembro/1998
Sonia Benato
Enviado por Sonia Benato em 04/11/2006
Código do texto: T282141

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (SONIA BENATO). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Sonia Benato
São Paulo - São Paulo - Brasil
58 textos (1709 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 16:34)
Sonia Benato