Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

NOSSAS MANHÃS



Gosto de manhãzinha,
sua urgência de querência,
eu preguiçosa, viro de lado
me faço dengosa.
Não resisto, quando diz...
Gostosa.
Boca cheia de desejo
um cheiro de homem amado
gosto de café no beijo.
Safado.
Janelas abertas, vento balançando
a cortina, que tudo esconde e revela
juras de amor que alimenta meu dia,
docemente me exploras, e com
o olhar ávido passeia pela minha pele.
Arrepios.
Assanhado, num bailado muito louco,
beijos e beijos trocados.
Me aconchego exausta em seus braços
ouvindo nossos corações a bater.
Descompasso.
Em meu olhos, lágrima de emoção
por esse amor doado, sem limite.
Luiza Porto
Enviado por Luiza Porto em 04/11/2006
Código do texto: T282281
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Luiza Porto
São Paulo - São Paulo - Brasil, 71 anos
468 textos (35407 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 08:39)
Luiza Porto