Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Mulher Faceira


Lá vem ela com o seu vestido azul e rendado,
Cruzando as ruas de barro e as areias da praia,
Esbanjando com charme seu cabelo ondulado,
E por causa da inveja das mulheres, leva vaia,
Ao contrário dos homens, que ficam enfeitiçados
Com a excessiva beleza da mulher da praia.

Mulher faceira, sim, és toda trigueira,
Teu corpo todo cheira às plantas do fundo do mar,
Tua pele é da cor da árvore de amendoeira,
Ora, mulher natureza, por que queres me conquistar?
Tua boca tem sabor do fruto da cerejeira,
És quebra-mar, sei que o teu amor queres me entregar,
De fato, não sei se és mulher ou sereia,
Mas sei que és abençoada por Iemanjá, a rainha do mar.



Todos os Direitos Reservados pelo Autor.
Fábio Pacheco
Enviado por Fábio Pacheco em 05/11/2006
Reeditado em 05/11/2006
Código do texto: T282760
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Fábio Pacheco
Recife - Pernambuco - Brasil
1098 textos (55967 leituras)
10 áudios (233 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 08:18)
Fábio Pacheco