Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Invenção (escrita em 1º de outubro de 1988)

Eu te pintei como estrela perdida em meu universo,
luz que se esconde nas fontes obscuras do meu ser...
Planejei em meu paraíso um lugar pra te ocultar,
uma certeza de te habitar,
fagulha no tempo, no espaço infinito!
Eu te tracei em todas as formas,
preenchendo o vazio de cada pedaço
e calquei para ti um trecho da ilusão...
Eu te sonhei todos os sonhos "pleonásticos"
e te criei como fonte para iluminar minhas manhãs...
Joguei em ti a intenção dos meus sentidos,
a emoção do meu espírito, a claridade do meu coração!
Eu te cantei todos os versos,
entoei-te as notas e os compassos de uma pauta musical...
Fiz para ti uma melodia incandescente
ressoando nos pólos e nos ares...
Eu te guardei na minha vida
assim como meu peito guarda meu coração!
Coloquei-te nas batidas dos segundos,
transvaleci toda a fragrância do meu ser
em reverência do teu existir!
Eu realizei tudo, tudo o que pudesse te aproximar de mim,
das pequenas às incomensuráveis coisas!
Eu te amei!
Nalva
Enviado por Nalva em 05/11/2006
Código do texto: T283061

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Nalva
Brasília - Distrito Federal - Brasil, 49 anos
102 textos (15405 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 08:04)
Nalva