Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DOCE ABRIGO

Quando olhos cerrados se fitam
Não é necessário falar
Corpos bilíngües que cochicham
Um enorme silêncio no ar.

A vontade mais pura nasceu
Novamente no corpo um sentido
O meu lado mais vivo cresceu
encontrando o outro lado querido

Depois, impaciente,
paira indeciso.
Se corre , se  foge, ou,
permanece no abrigo?


Lázaro Ferreira
Lázaro Ferreira
Enviado por Lázaro Ferreira em 05/11/2006
Reeditado em 26/05/2011
Código do texto: T283160
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Lázaro Ferreira
Salvador - Bahia - Brasil
62 textos (4579 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 16:23)
Lázaro Ferreira