Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
Sonho doirado

A luz daquela madrugada,
Não vinha da Lua de prata.
Mas de uma Estrela cintilante
Guiando um poeta navegante.

Passei defronte a sua casa,
Você espreitava pela janela.
Pensei: Será que ela me quer?
Queria tanto, namorar com ela.

Aquela noite foi muito excitante...
Ao contemplar tua beleza aloirada,
Agasalhei-me na tua pele na fuga do frio,
E fui sorteado com a chegada do teu cio.

Ao amanhecer o Astro Rei me reverenciou.
Agradeci aos Deuses, pelo caminho que escolhi...
A noite, por ter me presenteado um sonho doirado.
Estou feliz, porque meu sonho ainda não acabou...

Oh! Minha doce Garota de Ouro...
Apareceste-me no crepúsculo de setembro.
Se não vieres em novembro...
Irei buscá-la, e acharei você, meu Tesouro!
Zedio Alvarez
Enviado por Zedio Alvarez em 06/11/2006
Reeditado em 21/01/2009
Código do texto: T283423
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Zedio Alvarez
Petrolina - Pernambuco - Brasil, 59 anos
3324 textos (117348 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 07:10)
Zedio Alvarez