Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poema 0871 - Fala-me da vida


 
 
Fala-me da vida, vida minha,
da sua, d'outras que nascem amanhã,
fala-me de amor.
 
 
Por vezes fui louco,
também o manso, o imbecil,
muitas outras apenas passei.
 
 
Falem do mundo,
das dores, das fomes,
falem do direito de chorar.
 
 
Volto meu rosto pro ontem,
com o coração tento ver o amanhã,
ainda que hoje, fui morto.
 
 
Avisem, estou morto,
matado pelo desprezo,
em um mundo vazio de sentimentos.
 
 
Correu lágrimas nos rostos,
de outros que não me conhecem,
dos que amo, apenas uma vela acesa.
 
 
Então, me fala de amor,
fala-me antes das dores,
fala-me do eu esquecido por ti.
 
 
06/11/2006
Caio Lucas
Enviado por Caio Lucas em 06/11/2006
Código do texto: T283951
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Caio Lucas
São Paulo - São Paulo - Brasil, 68 anos
4429 textos (116251 leituras)
1 e-livros (166 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 12:04)
Caio Lucas