Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Meu Vinho

    Diante dos meus olhos um cristal precioso
   a enolina em seu rosto, um tom majestoso
   não vejo impureza destoando a inocência
        suave  beleza  pura transparência

     Perante meu faro um perfume primário
         sonho de videiras eterno calvário
         olfacto ordinário esguio delgado
       um aroma intenso,  tinto secundário.

    Na ponta da língua um sabor escarlate
    beijando seu corpo sentindo seu gosto
       atração moscatel me leva pro céu
        um ébrio me sinto nesse absinto.

        Um porre infernal, ciclo vicioso
     Sou o paco imortal, um deus ansioso
 com avidez do pecado eu sorvo a essência
     cruel e voraz... nobre em decadência

   a vibração que emana da taça visceral
   do néctar de Afrodite ao sonho imoral
   no festim libertino, em completa paixão
   celebro a alegria, do vinho em questão
marquesK
Enviado por marquesK em 27/06/2005
Código do texto: T28422
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
marquesK
São Paulo - São Paulo - Brasil, 96 anos
58 textos (9214 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 12:07)
marquesK