Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Para os Homens da Minha Vida

Quero tu, o forte,
Quero tu, o delicado,
Quero tu,  o frágil,
Quero tu, o coitado.
Quero tudo e todos.
Tuas mãos velhas e ásperas,
Tuas mãos novas e finas,
Tua eloqüência exacerbada,
Tua maturidade libertina.
Quero teus toques, teus nãos,
Tua juventude balzaquiana,
Tua sabedoria insana,
Tuas verdades mentidas.
Teu sangue, teu gozo,
Tua alma, teu corpo,
Tua velhice, tua plenitude,
Tuas ausências, tuas virtudes.
Viver dos vinte, dos trinta e dos sessenta.
Ser teu corpo, tua angustia, tua placenta.
Te gerar como um filho qualquer.
Me sentir mãe, puta e mulher.
Ser tua fama, tua lama,
Tua beira sem eira,
(Tua vontade qualquer)
ser tua mola, teu  zumbido,
tua esmola, teu umbigo.
Um centro qualquer,
Uma menina casta voyer.
Ser tua ânsia de mulher,
Ser alguém que ninguém quer.
Ter medo das tuas rugas.
Ter medo da tua inteligência.
Ter medo de ficar muda.
E da tua pseudo-experiência.
Teu medo, tua deselegância
Teu porto seguro, tua arrogância.
Tua ousadia, tua metade.
Tua vergonha, tua idade.
Eu teu ser idolatrado, eu teu ser violado.
Eu teu ser infeliz, eu tua vaia e teu bis.
Tua vontade de viver, teu motivo pra sofrer.
Tua vontade de correr, chorar e morrer.
O ser intocável, o ser que vive dentro de ti,
Teu pássaro corvo, águia,
Um amedrontado bem te vi.
Reluto contra te querer.
Reluto contra o que podes me fazer ser.
Uma qualquer, pudica, insana,
Vagina, lábios ou cama.
Tua insensatez, tua moralidade,
Tua perversão, a minha castidade.
Meu eu, meus “tus”.
Não são meus, são amores vodus.
Tu minha referência,
Tu meu ideal,
Tu igual a mim,
Tu o meu ser banal.
Reluto contra o amor,
me perco em imagens.
Te encontro em mil homens
te encontro em mil faces.

Sou tua eterna amante,
Independente a quem este poema se endereçar.
Das mil fotos na minha estante
nunca escolhi a quem amar.

Mesmo que a pessoa que eu ame seja o inverso do Tu.
(ou seja outro tu)

2001

Patrícia Mess
Enviado por Patrícia Mess em 08/11/2006
Reeditado em 15/07/2011
Código do texto: T286073

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (autoria de Patrícia Messerschmidt eo páis Brasil.). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Patrícia Mess
Maceió - Alagoas - Brasil, 35 anos
43 textos (2484 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 20:22)
Patrícia Mess