Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Meu Anjo

Ah, meu Anjo, como voas!
Tuas asas refletem a prata do luar, em noites de lua cheia e alta;
Recriam o sol tímido, em dias de nuvens magnéticas;
Iluminam minha existência, em momentos de escuridão;
Clareiam minha retina fatigada, em instantes de colapso de luz;
Incendeiam meu horizonte de ocaso, em ciladas de alvorada cíclica;

Ah, meu Anjo, como cantas!
Tua voz plácida acalma minha alma, em perseguições de pura ansiedade;
Alivia meus medos, lumiares de desespero, em sonoras complacências de santidade;
Permeia de macio veludominha vida, em arroubos estéreis de ingratidão;
Reinventa o canto, em canoras manifestações de "avis raras";
Dignifica a arte de ser anjo, em travessuras telúricas de mulher!

Ah, meu anjo, como eu te amo!
Nel de Moraes
Enviado por Nel de Moraes em 28/06/2005
Código do texto: T28612

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor e o link para o site www.neldemoraes.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Nel de Moraes
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 56 anos
407 textos (351736 leituras)
2 e-livros (297 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 14:27)
Nel de Moraes