Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

LEMBRANÇA DE UM ADEUS

Ainda paira no meu peito a amargura
daquela tarde de triste entardecer,
quando rumaste para mundo de aventura,
deixando-me mergulhado em dor e sofrer.

Caía a noite em escuridão serena
no cais da estação onde me despedia,
sobre mim poisava a dolorosa pena
e revestia de luto um coração que sofria.

As horas passei olhando o escuro
onde apenas cintilavam as estrelas,
sofredor lembrava os sonhos do futuro
que me enchiam d'ilusões puras e belas.

Se o céu perdoa as falsas juras de amor
envelhecidas pelo tempo e passar dos anos,
que a nostalgia que minh’alma encheu de dor
esqueça a lembrança de todos os desenganos.
José Rafael
Enviado por José Rafael em 28/06/2005
Reeditado em 29/10/2005
Código do texto: T28623
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
José Rafael
Portugal
39 textos (1815 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 00:57)
José Rafael