Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Cai chuva

Cai chuva
 
 
Não são respingos que caem
são pingos grossos
barulhentos ao sabor do vento
perfazendo uma música
que enleva meus sentimentos
trazendo à tona
recordações de nós dois...
num infindar de pingos
de  pensamentos
que percorrem meu corpo
deslizando na saudade
 com os pingos que
formam enxurrada translúcida
trazendo dos céus as madeixas de Deus...
 
Não pode parar a chuva tão cedo
não quero deixar de lembrar
dos nossos momentos
dos nossos abraços e beijos
escondidos no tempo passado
vividos intensamente
em nossos pensamentos...
 nem que a chuva tente
conseguirá leva-los de nós...
ela que lava sentimentos tristes
também traz recordações belas
pelas mãos de Deus...
 
Não pode os pingos secarem neste momento
quero continuar viajando entre as gotas que caem
desviando meus pensamentos para o ontem...
é lá que mora minha alegria
é de lá que vem meu viver
é onde ficou guardado bons momentos
com a sabedoria de Deus...
 
Não...
não sou saudosista
sou realista...vivo meu presente
 junto dele está meu passado
que não pode ser desmembrado...
é minha formação para onde hoje estou
são minhas pernas e braços
com as bênçãos de Deus...
 
Amém...
 
Jataí.GO
08.11.06
 
Cassia Vicente
Enviado por Cassia Vicente em 09/11/2006
Código do texto: T286386

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, fazer uso comercial da obra, desde que seja dado crédito ao autor original (Cássia Vicente- www.cassiavicente.com). Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Cassia Vicente
Jataí - Goiás - Brasil, 58 anos
943 textos (56864 leituras)
8 e-livros (762 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 18:09)
Cassia Vicente