Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PAIXÃO MAL RESOLVIDA ...


     



 PAIXÃO MAL RESOLVIDA ...
       Nídia Vargas Potsch


Não existe nada que destroce mais
do que a dor de uma paixão mal resolvida.
Sente-se a dor lá no fundo do peito, porque
magoa, maltrata, machuca o coração já ferido.
       
Se correspondido fores, tudo maravilha.
A vida se veste da cor do arco-íris.
O céu continua azul, o mar continua lindo.
As alegres noites sempre estreladas.
A brisa fresca de madrugada
e os dois pombinhos sorrindo ...

Mas se não fores correspondido,
tudo muda de cor, de rítmo e de sabor.
O céu agora tem núvens negras, o mar fica revolto.
As tristes noites sem estrelas,
O vento uivante no lugar da brisa fresca
e os dois solitários sem amor ...

A dor sentida vai num crescendo
que humilha, espezinha, fere, não perdoa.
Quebra, embaraça e a vida atordoa.
Nada preenche tal vazio!

Não existe mais canções no ar.
Nem voz que as queira cantar ...
Não existe poesia, nem palavras.
Apenas amargas e sentidas lágrimas ... a rolar ...
                               


                Nídia Vargas Potsch
                    @Mensageir@
                     Rio, 3/11/2003
Nídia Vargas Potsch
Enviado por Nídia Vargas Potsch em 09/11/2006
Código do texto: T286433
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Nídia Vargas Potsch
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
293 textos (29569 leituras)
3 e-livros (45 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 09:04)
Nídia Vargas Potsch