Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poema 0877 - Vida sem vida


 

 

Vem e marca a hora de comer a vida,

traze o prato de desejo que esperas,

comenta do amor que chega amanhã,

caminha suave como se estivesses na praia.

 

 

Joga fora os dias ruins que existiram,

ajuda-te, que te ajudo a fugir do ontem,

queres antes a paz que vem por último,

tudo que nesta vida deveria ser primeiro.

 

 

Deixa o chão abrir se não queres amar,

fecha o sol antes da manhã e chora o prazer que não tivestes,

voa até o topo do mundo e grita que não pariu amor,

cuspe na lua, que só sabe inventar realidade.

 

 

Conta os vinténs que sobraram na bolsa da felicidade,

esquece o sexo, paixão tem que ter amor,

esquece também o carinho, amor precisa de paixão,

volta pra sua esquina e continua a exibir teus nadas.

 

 

09/11/2006


Caio Lucas
Enviado por Caio Lucas em 09/11/2006
Reeditado em 10/11/2006
Código do texto: T286695
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Caio Lucas
São Paulo - São Paulo - Brasil, 68 anos
4429 textos (116251 leituras)
1 e-livros (166 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 20:11)
Caio Lucas