Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CEGOS DE AMOR.

Às vezes queremos somente falar e falar,
Para não ouvirmos nossos pensamentos,
Que nos cobra uma atitude adulta,
E segura, de como se deve viver o amor...
Porque costumamos nos perder nas emoções,
Arriscando tudo e qualquer coisa por prazer!
Vivendo o esplendor de uma paixão,
Que idealizamos somente em nossas mentes,
Fazendo-nos cegos, quanto aos defeitos do outro.
Pois na empolgação deste amor intenso,
Afastamo-nos das palavras coerência e limitação.
Neste caso, de forma imatura e louca,
Vivemos intensamente este amor que idealizamos,
Que na verdade tem um tempo limitado,
Por desconhecermos os limites do outro.
Por isto creio que temos que nos conscientizar,
Que para se viver um amor madura e com futuro,
Precisamos unir a razão e a emoção dentro de nos,
Para que nunca vejamos o nosso amor se afastar,
Deixando-nos a decepção e a dor pela sua perda.

Glaucia Duarte
Enviado por Glaucia Duarte em 09/11/2006
Código do texto: T286937

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Glaucia Duarte
Caraguatatuba - São Paulo - Brasil
1955 textos (250911 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 16:48)
Glaucia Duarte