Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O poeta e a rosa

Barcos à vela sobre o mar
Lágrimas salgadas de luz
A formosa flor ao poeta seduz.

Flor bela chora a dor de amar.
O mar encanta
o olho esquadrado em cruz.

O testamento da ferida
perdido em águas claras.
A flor sempre querida
distante,de beleza rara.

Quando a luz adormece
a flor em mágoa padece
dentro do céu dourado
cravejado de estrelas.

O poeta em pranto enlouquecido.
A rosa o teria esquecido?!



A Adriano...
Nunca os meus versos pobres poderiam decifrar-te.
Nunca enumerar a saudade q tenho de ti.
Nunca gravar a felicidade que tenho quando falo contigo.
Nunca bemdizer o dia em que te conheci.
Sempre faltará uma palavra,algumas letras,para contar todo o carinho que tenho por ti,querido e grande amigo.
Lari
Enviado por Lari em 11/11/2006
Código do texto: T288140
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Lari
Belém - Pará - Brasil, 27 anos
27 textos (1121 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 00:14)
Lari