Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poema de Falta

Não gosto-te! Você é nada que falta em dias meus
Não gosto-te! E teu silêncio nada mais parece que adeus
À Deus o não-amor se fez entregue!
Mas se Deus não existe... o amor voa solto e não percebe!

Não sinto-te, falta! você é falta que me desfaz!
E não se faz... não constitui a falta minha
Você é ausência de tudo que me tinha
E de tantas lembranças românticas que traz!

E nem penso-te! Pensar é amar e apenas
E nem penso-te! Pensar é tornar as dores pequenas
E só te lembro ao acaso em dias chuvosos
Feitos para os amantes recordarem a falta de tão pouco ditosos!
dhália
Enviado por dhália em 13/11/2006
Reeditado em 13/11/2006
Código do texto: T289791
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
dhália
Salvador - Bahia - Brasil
238 textos (5113 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 01:25)
dhália