Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ULTIMO CANTO TRISTE

COMO VOCÊ VEIO, VOCÊ FOI.
DEIXANDO RASTRO POR ONDE PASSOU.
FRAGMENTOS DE UMA ALEGRIA,
QUE PENSEI TER VIVIDO UM DIA.

COMO VOCÊ VEIO, VOCÊ FOI.
FOI-SE O AMANTE, FICOU O AMIGO.
COMO É DIFICIL SEPARAR VOCES DOIS,
DEPOIS DA PAIXÃO QUE VIVI CONTIGO.

COMO VOCÊ VEIO, VOCÊ FOI.
MEUS OLHOS MAREJADOS, SORRISO PÁLIDO.
NA LEMBRANÇA, UM SONHO ENCANTADO.
NA GARGANTA, UM GRITO CALADO.

COMO VOCÊ VEIO, VOCÊ FOI.
GÔSTO AMARGO DE UM AMOR QUE NÃO VINGOU.
AGRIDÔCE É O SABOR DA AMIZADE QUE RESTOU.
PURA PÉROLA
Enviado por PURA PÉROLA em 13/11/2006
Código do texto: T289796

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
PURA PÉROLA
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil, 54 anos
762 textos (44115 leituras)
3 e-livros (258 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 02:18)
PURA PÉROLA