Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Vida mundo


 
Preciso de espaço,
não só do ato mas da força de viver,
quero meus insanos tratos,
pactos feitos a deriva de mais um amanhecer.
 
Dou fim a todo mal pensado,
renovo o feitiço, liberto o destino,
assumo a magia gerada em meu ventre,
sou terra, fogo, água e todo ar vigente,
comando tempestades, dou fim aos ultrajes
que pedem por paz em guerras sujas de submissão.
 
Penetro as entranhas de um mundo pagão,
faço-me a fé que cega e cala as almas domadas por não(s)
e mostro meu sim, grito meu canto em sublimação,
tocando os corpos que mortos ainda esperam por remissão.
 
Sou os olhos das faces que nada querem enxergar,
ilumino as verdades que a noite não quer mostrar,
sou sol, lua, nova aurora em novo céu de prazer,
dou meu sangue feito à seiva que percorre o corpo
nutrindo esperança aos que desistiram de viver.
 
Trago no beijo o veneno que o fará renascer,
no corpo, o gozo em êxtases de prazer,
se entregue, entrego-me...
Vida vestindo vida no mundo que lhe dou a conhecer.
 
18/08/2006
Aisha
Enviado por Aisha em 13/11/2006
Código do texto: T290184
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Aisha
Jundiaí - São Paulo - Brasil, 50 anos
791 textos (35174 leituras)
1 e-livros (57 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 08:35)
Aisha