Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PLATÔNICO

Foi num parque,eu a vi!
E  amei-a de modo subsequente,
Uma,duas,três mil vezes...
Um rosto  entre tanta gente.

Era noite,ela sorria
Olhando as crianças,os brinquedos,
No meu coração só havia
Um carrocel de segredos.

Oh!amar sem estar amando,
Suspirar e fugir ao mesmo tempo...
Até quando,amor,até quando?!

Andar pelas sombras suspirando,
Sentir num olhar morno e lento
Que está se perdendo sem estar procurando.
Gilberto de Carvalho
Enviado por Gilberto de Carvalho em 14/11/2006
Reeditado em 14/08/2009
Código do texto: T290754
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Gilberto de Carvalho
Pirajuí - São Paulo - Brasil, 44 anos
299 textos (13349 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 00:53)
Gilberto de Carvalho