Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SONETO DESESPERADO

Se me ama,revela-me agora,
Pois meu peito está cansado
De viver a esperança
Que lentamente o devora.

Se me queres como te quero,
Se me desejas como a desejo,
Dá-me um único beijo
E saberei se é sincero.

Não quero provas de amor,
Não quero testar seu jeito
De namora e não namora...

Quero é findar essa dor
Que aos poucos devora o peito...
Se me ama,ama-me agora!
Gilberto de Carvalho
Enviado por Gilberto de Carvalho em 14/11/2006
Reeditado em 14/08/2009
Código do texto: T290762
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Gilberto de Carvalho
Pirajuí - São Paulo - Brasil, 44 anos
299 textos (13361 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 10:39)
Gilberto de Carvalho