Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Cantarás...


Cantarás...

Guida Linhares

 

Não te falta saber, engenho e arte,

poeta dos sonhos meus.

Abre o teu peito e exalta

o amor que carregas na tua alma.

Pra que o teu cantar se faça ouvir,

entrelaçado em harmoniosos versos,

na magia da tua lira poética.

Deste amor que me trazes tão doce,

declarado aos pés da escadaria de Sintra,

jamais em tempo algum, eu desprezaria.! "

Santos/SP/Brasil

13/11/06

***

"Em agradecimento aos lindos versos camonianos,
que tu declamastes, ousei te responder!


Eu cantarei de amor tão docemente
 
Luís Vaz de Camões



Eu cantarei de amor tão docemente,
Por uns têrmos em si tão concertados,
Que dois mil acidentes namorados
Faça sentir ao peito que não sente.

Farei que amor a todos avivente,
Pintando mil segredos delicados,
Brandas iras, suspiros magoados,
Temerosa ousadia e pena ausente.

Também, Senhora, do desprêzo honesto
De vossa vista branda e rigorosa,
Contentar-me-ei dizendo a menor parte.

Porém, para cantar de vosso gesto
A composição alta e milagrosa,
Aqui falta saber, engenho e arte.

***

Serra de Cintra-Portugal

11/11/06

***
 




 


 

Guida Linhares
Enviado por Guida Linhares em 14/11/2006
Código do texto: T291334
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Guida Linhares
Santos - São Paulo - Brasil, 70 anos
1939 textos (158407 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 04:04)
Guida Linhares

Site do Escritor