Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Apenas amor:




Você fala de amor
Como se fosse piada
Faz dele uma brincadeira
E quando reclamo, você ri.
E me chamas, de antiquado.
Mas quando vais pra cama
Você jura, e diz que me ama.
Sem luxuria, tu, te entregas.
Seu corpo quente, esfregas.
Contra, meu corpo gelado.
Aquecendo-me, sugando.
Minhas energias meu calor
Buscando em meus lábios
Saciar teus loucos desejos
Nos meus beijos, tu deliras.
Grita, geme e rola pela cama.
Ao contrario daquilo que dizes
Sobre o amor, ser algo banal.
Que não existe, que é abstrato.
Mas na hora, você e incrível.
Satisfaz-me e te satisfaz.
Por isso, eu te digo agora.
Isso não é só, meros desejos.
É amor, apenas amor.


Volnei Rijo Braga:


Balneário dos Prazeres: 13/11/2006




Volnei Rijo Braga
Enviado por Volnei Rijo Braga em 15/11/2006
Código do texto: T291599
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Volnei Rijo Braga
Pelotas - Rio Grande do Sul - Brasil, 69 anos
2314 textos (147454 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 04:57)
Volnei Rijo Braga