Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Lamacenta tarde

Num dia triste e chuvoso,
quando estava longe de ti
senti o coração choroso...
Chorava o céu pelas tristezas do mundo,
chorava meu coração pelo amor profundo...

Tua ausênsia torturava e dilacerava
o meu sentimento,
a chuva fina e renitente era tormento...
das horas vazias...

-Eu pensava: Xô melancolia!
vai embora daqui,
leva essa chuva, leva a tarde lamacenta
traga de volta minha mulher,
não faça de mim um sêr qualquer...

Vem felicidade, vem alegria
não posso viver em açoite!
de tarde, na manhã
e nem da noite no afã...
no afã da tarde...
Manoel Vitorio
Enviado por Manoel Vitorio em 15/11/2006
Reeditado em 23/06/2007
Código do texto: T292397
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Manoel Vitorio
Campo Grande - Mato Grosso do Sul - Brasil, 60 anos
5135 textos (179620 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 29/04/17 06:46)
Manoel Vitorio