Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CIÚMES

Chama que incendeia corações inocentes
Força que revolve almas fadadas ao amor eterno
Vontade incontrolável de guardar o que nos pertence
Sentimento avassalador que atormenta casais apaixonados
E traz consigo mais e mais sentimentos confusos
Ciúmes...
Ácido sem base que o neutralize
Dores no peito, inexplicável sentimento amargo
Impulso incontrolável de aprisionamento
Possessividade louca
Razão sem governo, ignorância da situação
Sentimento lúgubre, nefasto, semeador da discórdia
Dias passados em agonia
Razão incógnita de viver para o outro
Mil reações químicas num composto de neurônios e coração
Paixão insana e cruel que transforma tudo a sua volta
Desejo que corrói por dentro quando julgamos ter exclusividade
Pensamentos farpados, exalando o ódio contido
Tudo por nada, nada em busca de tudo
O amor aprisionado, não se solidifica, e sim, se torna efêmero
Ciúme, prejuízo da alma, prejuízo para os amantes, prejuízo para o amor!

(este poema teve a participação de Domitila Gonzalez)
IVAN CARVALHO
Enviado por IVAN CARVALHO em 16/11/2006
Código do texto: T292954
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
IVAN CARVALHO
Belém - Pará - Brasil, 51 anos
49 textos (4186 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 14:11)