Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Beijo

Beija... e no beijo cala o pranto
que dor é salgada,
que dor não é nada...
beija... é beijo acalanto.
A rima pobre, nobre intenção
que a poesia é doída,
a poesia é pó, é partida,
e a rima é só distração.

O feito que, o peito, alardeia
é, pois, sempre, sentimento...
e nem se importa do acento,
quando poetas na areia.

A lua é iletrada e ama,
o tempo, analfabeto, corre...

Beija... quem beija declama,
o beijo que é amor e não morre.
Gustavo Schramm
Enviado por Gustavo Schramm em 17/11/2006
Reeditado em 17/11/2006
Código do texto: T293480

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original) e as obras derivadas sejam compartilhadas pela mesma licença. Você não pode fazer uso comercial desta obra.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Gustavo Schramm
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil, 36 anos
88 textos (4350 leituras)
7 áudios (676 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 08:03)
Gustavo Schramm