Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A PENA DO TEMPO!

A PENA DO TEMPO!


PENA DO TEMPO QUE VAI E QUE VEM,
ESCREVE A HISTÓRIA E NÃO ESQUECE NINGUÉM.

A MOÇA MORENA OLHANDO A JANELA,
NÃO VÊ QUE O TEMPO TAMBÉM PASSA PRA ELA.

A PENA SEM PENA, ESCREVEU A HISTÓRIA E
DEIXANDO SOZINHA A BELA SENHORA.

A PENA DO TEMPO, TOCA TUDO QUE É BELO,
MAS DEIXOU BEM SINGELO O ROSTO DO VELHO.

A PENA DO TEMPO TAMBÉM ESCREVEU
O DRAMA DE AMOR DE VOCÊ E EU.

A PENA SEM TEMPO PASSOU APRESSADA
E UM DIA DE GLÓRIA FICOU NO PASSADO.

O AMOR DO POETA A PENA GRIFOU,
COM TINTA DE SANGUE QUE NÃO MAIS APAGOU.

AH PENA, QUE PENA QUE A TINTA APAGOU,
DOS SONHOS, O SONHO, DE UM SONHO DE AMOR.

A PENA DO TEMPO, VÊ O INÍCIO E O FIM,
E O TEMPO MAROTO, TAMBÉM PASSA PRA MIM.

ORA PENA, TENHA PENA, DESTE NOBRE ESCRITOR,
QUE ESCREVE HISTÓRIAS E CONTOS DE AMOR!

A PENA DO TEMPO QUE ESCREVE A HISTÓRIA,
TAMBÉM FOI VENCIDA, FICOU NA MEMÓRIA
Aona
Enviado por Aona em 17/11/2006
Reeditado em 17/11/2006
Código do texto: T293481
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Aona
Curitiba - Paraná - Brasil, 57 anos
82 textos (1252 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 01:28)
Aona