Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PALAVRAS AO VENTO


Parado na estação da vida
O cotidiano é a condução;
No ponto do abismo
Uma parada para reflexão.

               Na direção da existência
               Muitas perguntas sem otimismo;
               Na caminhada de um sentimento
               Um perigo, um abismo.

Na existência de um passo maior
Preocupações de novos caminhos;
No resultado de uma aventura
Uma dúvida, uma incerteza.

               Na descoberta de um novo amanhã
               O infinito é uma esperança;
               No encontro do espírito absoluto
               O cruzamento de duas almas.

Numa única dimensão
A beleza da vida;
O esplendor da natureza
Uma coragem, uma conquista.
Afonso Silva
Enviado por Afonso Silva em 17/11/2006
Reeditado em 17/11/2006
Código do texto: T293650

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Afonso Silva
Foz do Iguaçu - Paraná - Brasil
402 textos (141712 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 08:49)
Afonso Silva