Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MUDANÇAS

MUDANÇAS

Não amo o que vejo por fora,
meu sentimento
é pelo
que poderá ser por dentro.
Nunca senti nada por alguém
tendo em vista sua aparência,
mas conta demais,
o que se é por dentro
de todos nóis e ninguém,
pode tirar o que és por natureza.
Natureza é simples e
tem beleza.

Se ocupa outro espaço,
se tens outra linguagem
se você não vai ao universo
e cata as estrelas pra me dar,
isso mexe comigo...
Se você não se der conta
que o verdadeiro
é o principal,
ser o que é,
e ponto final.

Gosto da coisa simples,
sem muito rebusque,
sem muitas preocupações.
Gosto da música seja ela qual for,
mas que toque meu coração.

Você tem que tocar nele também,
não tendo essa arma, não
consegue abrir a fechadura,
que até encabula,
alguns dos músicos e poetas mais antigos,
que sempre tem na letra, uma boa desculpa,
pra poder se chegar e se doar,
sem se fazer desmerecer
ou aparecer.

Não tenha outra imagem diferente,
não faça nada pra ficar melhor,
porque eu gosto do seu ideal,
eu gosto de você como é,
talvez até uma mudança
no seu visual,
poderá ser
radiante pra outras pessoas,
mas pra mim,
seja ela qual for,
será desperdício total,
ou talvez te coloque mais longe de mim
totalmente...
e indiferente
ficarei a tua imagem nova,
não preciso de prova
que é melhor, ou que serve pra mim.
Tenhas cuidado...
Não mude...
Porque depois eu posso
não te querer nunca mais, aí
será nosso final,
total.
Mônica Bynot
23:40 - 17/11/2006
Mônica Bynot
Enviado por Mônica Bynot em 18/11/2006
Código do texto: T294705

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Mônica Bynot
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
1493 textos (101096 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 06:13)
Mônica Bynot