Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poetisa

Onde estão as inspirações que não as vejo?
Aquela mulher alegre, hoje anda tristonha!
Guardou os encantos do amor depois do beijo
Semeou flores, na espera, hoje sonha.

Aquele gesto de doçura e desejo
Elo perdido como névoa, caminha
Em teu casulo, ainda guarda o segredo,
Dos encantos e carícias que os tinha.

Oh, mulher dos segredos e sina
Regue teu jardim e crie tua rima
Faça teus versos, use a inspiração da flor divina.

Beijo tuas mãos ao escreveres, poetisa!
Lendo teus versos me deixas entontecida!
Os tragarei como beijos e os guardarei toda vida.

30/06/05
LuliCoutinho
Enviado por LuliCoutinho em 30/06/2005
Reeditado em 10/05/2014
Código do texto: T29575
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
LuliCoutinho
São Paulo - São Paulo - Brasil
863 textos (158639 leituras)
2 áudios (428 audições)
7 e-livros (1313 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 18:11)
LuliCoutinho