Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Meu Menino / MI MUCHACHO = TÂNIA AILENE

Meu Menino

Tânia Ailene

 

Canalizei todo meu amor a você

hoje estou deprimida, angustiada, triste

vasculho minha alma e vejo o vazio.

Um jardim sem flores

riacho seco

tua ausência me deixa

nesse pranto que é solidão.

Saudade que machuca,

fere meu coração,

você não está só...

Amor eu sei que dói em mim

e ainda dói muito mais em ti.

Esqueça tudo, me rendo.

Vem pra cá meu menino...

Deixe que te guarde

 acalente seu sono inquieto.

Te quero,venha...

Faça meu coração disparar

acelere meus batimentos...

Vem!

Ardente, sonhador, me contorço

cheguei meu macho, homem sofrido

vem com ousadia

me tome...

Estou esperando!

Abuse desta paixão e pegue o que é seu...

Se excite...

Sacie a minha fome

de sexo e liberdade.

Só com você!



MI MUCHACHO

TÂNIA AILENE

   
Canalicé mi amor todo usted que
 me consiguen hoy presionado, el abrumar, triste
 busco mi alma y veo el vacío.
Un jardín sin las flores
 seca la corriente
 su ausencia yo las hojas
en este pranto que es soledad.
Nostalgia que lastima,
hiere mi corazón,
usted no está solo…
El amor I sabe que él duele en mí
 y todavía él duele mucho más en usted.
Se olvida de todo, Me entrego.
Mi muchacho viene pra aquí…
Se va que guarda a usted
 las calmas a dormir su sueño inquieto.
Le deseo,viene…
Hace mi corazón para apagarse
 aceleró mis golpeos…
¡Viene!
Calientes ardientes, sonhador, Convulsed que
 varón de la milla del llegué, el hombre sufrido
 viene con ousadia
 me toma…
¡Estoy esperando!
Abusa de esta pasión y coge cuál él es su…
Si excita…
Sacie mi hambre
 del sexo y de la libertad.
¡Solamente con usted!

 


 

8/11/2006

TÂNIA AILENE

RIO DE JANEIRO

 

 

Tânia Ailene Nua Poesia
Enviado por Tânia Ailene Nua Poesia em 19/11/2006
Código do texto: T295894
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Tânia Ailene Nua Poesia
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
886 textos (30277 leituras)
28 áudios (1362 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 12:41)
Tânia Ailene Nua Poesia