Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

FRÁGIL


Porque me procuras em tantos lugares?
Estou aqui nas páginas deste livro
Minha mente confusa voou pelos ares
Meu sonho quebrou-se como um caco de vidro
Onde esta você?
Perguntam-me... Minh'alma por mais que sofra não fala
Estou aqui nestas entrelinhas sofrendo por sofrer
Minh'alma tão frágil estala
Dentro do meu corpo
Deixando-me imóvel como uma pedra
Estampando em meu rosto a dor que você me tem posto
Meu coração não resiste e se quebra.

Quando relembro o sabor dos teus beijos
Quando relembro o calor dos teus abraços
Sinto vagar por entre fagulhas os desejos
Que tentaram cicatrizar o meu peito em pedaços
Com meus pés descalços
Nesta tão sôfrega caminhada
Dei tantos passos
E hoje só me restam pegadas
Para lembrar-me da grande desilusão
Que passei
Andando perdido nos caminhos do coração
Quando desesperadamente te amei.

Escritor e Mestre Jailson Santos
Jailson Santos
Enviado por Jailson Santos em 20/11/2006
Código do texto: T296086

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Jailson Santos
Salvador - Bahia - Brasil
46 textos (2390 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 04:41)
Jailson Santos