Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Deconexo

Não posso falar-te de coisas simples porque não sou simples!
Sou qualquer coisa que se constitui em algum espaço!
Sou uma folha saudosa de Outono, estação em que pode voar
E fico com o gosto indócil do perfume saudoso que exalas quando no momento da tua partida!

Não posso falar-te de coisas simples, simplicidade é luxo que não me permito!
Repito em mim a história das minhas outras outras vidas que desconheço
Como toda essa história acordou... como o primeiro floco que
cai em trópicos brasileiros, causando espanto e certeza!

porque tudo é amor, apenas!
dhália
Enviado por dhália em 20/11/2006
Reeditado em 20/11/2006
Código do texto: T296668
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
dhália
Salvador - Bahia - Brasil
238 textos (5113 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 12:47)
dhália