Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Início Duma Cousa Finita Sem Fim

Desce por benção meus olhos em teu peito divino
Consome por querer meus castanhos no teu seio
Santificam as minhas mãos na tua tez lisa e bela
Afagam meus dedos a tua pele de paixão ardente

Louva o meu corpo o teu com muita passividade
Derrete-me no teu desejo ainda maior que o meu
Me inebria no teu aroma de tão doce, é terno laço
Me embriaga teu cheiro de amor com um abraço

Toca minhas mãos que dou logo, a passear, a ti
Vem e enfeitiça o meu ardor já muito encantado
Avança a barreira romântica do pudor repudiado

No dia seguinte acorde depois do sol da manhã
Hoje, tudo será mais leve, um vôo seguro é amar
Sejamos profanos e divinos; sabemos namorar?
Andrié Silva
Enviado por Andrié Silva em 21/11/2006
Código do texto: T297117

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Andrié Keller ( baadermeinhofblues@hotmail.com ) Brasil - http://www.recantodasletras.com.br/autores/andrie). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Andrié Silva
Salvador - Bahia - Brasil, 27 anos
912 textos (98485 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 07:49)
Andrié Silva