Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Guerreiro Peregrino


Sou um guerreiro peregrino...
Onde você se esconde
Doce Bacante
Seus seios nus, o sabor não sai da minha alma
Numa noite solitária você apareceu
Correndo ao som de Baco
Olhar de donzela
Corpo de ninfa
Esquentou meu corpo, ja tão cansado

Pobre pagão que entregou sua alma
Para servir uma causa hoje perdida
Criaram o pecado no lugar da entrega
Criaram o medo no lugar do sagrado ato do amor

Hoje a minha busca
É através dessa taça de vinho
Abençoado por Baco
Que você possa novamente povoar minhas fantasias
Seus seios nus explorados outrora por meus lábios
Minhas mãos que ja se atreveram no seu corpo nu
Descobrir você minha doce Bacante
Venha mais uma vez
esquentar este corpo cansado
que hoje é apenas um
Velho...
Guerreiro Peregrino
Nil Tojal
Enviado por Nil Tojal em 21/11/2006
Código do texto: T297289
Enviar por e-mail
Denunciar

Sobre o autor
Nil Tojal
Ibitinga - São Paulo - Brasil, 40 anos
10 textos (682 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 16:57)
Nil Tojal