Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poema 0893 - Esta noite


 

 

Quero hoje saber dizer deste amor que sinto,

fazer os sonhos realizarem em um instante,

ser como vento para seguir sem rumo,

levá-la pelas mãos e apresentá-la meu mundo,

mostrar-lhe a realidade do amor que tenho,

ir além, só parar no meio da noite pra fazer amor.

 

 

 

Posso suportar a distancia por algum tempo,

preciso guardar sua imagem como se fosse a minha,

lembrar seu perfume como o da noite que me apaixonei,

até guardei o lenço com a marca de batom,

ainda lembro sua pele arrepiada dos meus beijos,

as descobertas dos sentimentos mais próprios de nós.

 

 

 

Não sei quanto o beijo dura dentro da boca,

o amor neste coração que me atormenta,

estou perdendo a razão, tomara que explode,

não importo de dizer que estou louco,

sinto sua falta, a cada segundo volto anos dos meus dias,

pareço envelhecer a cada lembrança sem um carinho.

 

 

 

Vem e traz de volta a minha realidade,

detesto ter que suportar apenas as lembranças,

como seu perfume em um pedaço da minha memória,

somos como a manhã e o sol, temos que acordar juntos,

respirar um pedaço de cada carinho depois do café,

sentir na boca o beijo, o gosto de estar vivo.

 

 

 

Esta noite quero falar de todos os nossos amores,

meu e seu, dos carinhos, dos abraços, do sim,

até daquele não que mais pareceu um ''vem'', e fui,

quero dar razão ao que sentimos, as promessas,

os beijos, as palavras que não conseguimos dizê-las,

todo o amor, apenas o amor que nos prometemos.

 

 

 

22/11/2006
Caio Lucas
Enviado por Caio Lucas em 22/11/2006
Código do texto: T298393
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Caio Lucas
São Paulo - São Paulo - Brasil, 68 anos
4429 textos (116249 leituras)
1 e-livros (166 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 14:41)
Caio Lucas