Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Meu anjo da guarda

Gosto de ver-te como uma rosa,
Pois, como o vento...
... Posso balançar tuas folhas,
Como gotas de chuva...
... Posso escorrer por tuas pétalas,
E como abelha...
... Posso mergulhar em teu néctar.

Gosto de ver-te como uma estrela
Que por ser tão bela e brilhante
Foi exilada do céu pela Lua,
Por temer teus encantos e brilhos.
O que ela não sabia
É que você se tornaria
A minha estrela...
... Aquela que vir descer do céu
E pousar na terra como Estrela Cadente.

Acredito que cada estrela
Corresponde a um anjo.
E quando elas se transformam
Em Estrelas Cadentes...
... É porque estão prontas
Para serem o anjo da guarda de alguém.

E tu minha vida,
Só pode ser minha anjinha da guarda.
Aquela na qual
Nem mesmo, multiplicando
A soma das estrelas do céu
Pela soma das gotas dos oceanos,
Chegará próximo da imensidão
Do meu amor por ti.

Valdeck M. Silveira
VALDECK SILVEIRA
Enviado por VALDECK SILVEIRA em 23/11/2006
Código do texto: T299306
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
VALDECK SILVEIRA
Salvador - Bahia - Brasil, 30 anos
11 textos (887 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 08:14)