Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Museu da memória criança,QUE VIVE EM MIM!



Os pensamentos buscam formas nas viagens
DOS TEMPOS DISTANTES, DAS EMOÇÕES VIVIDAS
E os sentimentos são puros
QUAL ALMA DE CRIANÇA NO ESCURO
Queimam no peito...
A EMOÇÃO REAJE DESTE JEITO
À razão lacrimeja na saudade
Trás do passado os arcanos, as quimeras!
LEMBRANÇAS DOCES, DE TODAS AS OUTRAS PRIMAVERAS!
Que são fulgentes... FAISCANTES DE AMOR!

Por onde vago serei normal?
NORMAL É QUEM VAGUEIA IMERSO EM SONHOS
No labirinto que estou não sou ninguém...
SÓ RESTOS DAQUILO QUE JÁ FUI, SUPONHO!
Sombras são negras, por vezes, cinzentas!
COLORIDAS PELOS SORRISOS DE VIDA
JÁ VIVIDA NO PARAISO DO TEMPO
Dos rostos amados, só resta, eu!
EU TAMBÉM, MEU IRMÃOZINHO!
Onde anda a família, o meu orgulho?
NÃO MUITO LONGE DE MIM, EU MERGULHO
NO VAZIO DA EXISTÊNCIA, BUSCANDO O QUE...
Perdi na vida o que não plantei...
RECEBI SEMENTES QUE NÃO GERMINARAM
SECARAM!!!CHOREI!!!

O ar sufoca, imagens reluzem!
ESTRELAS FINITAS NUM CÉU DISTANTE
Dos olhos impuros sinto os soluços
TROPEÇOS DE UMA ALMA EM PLENA LUTA
A saudade é viva, para o meu tormento...
DOI, LATEJA ...ESMAGA PENSAMENTOS
No escuro em que vivo só restam os vultos!
DOS SERES ENVOLTOS NA FALTA DE LUZ
Onde anda os braços que muito amei?
ABRAÇANDO ANJOS, QUERUBINS!!!
Arrasto-me nas noites como uma cavalgadura
COMO DOM QUIXOTE, SEM ARMADURA
Esperando na aurora o sol nascer...
E AOS FALSOS MOINHOS COMBATER
Quem me dera agora um sonho profundo
UMA QUIMERA, UM SONO, OUTRO MUNDO
E nos devaneios, novamente viver...
SEM SAUDADE A ME FENECER...
Deixando de lado as doces lembranças
A saudade em mim chega criança!
NUMA FORMA TERNA DE QUERER, AINDA
Que sonha e brinca nos castelos de areia...
DESENHA NO IMAGINÁRIO, PEIXINHOS, SEREIAS
Quisera poder voltar à infância
AH! DESEJOS INFINDOSDE LONGA ESTÂNCIA
Dizer aos meus pais, aos amigos, a mãe de leite!
JUNTA-SE A TI, ESTA MANA, ESPERO QUE ACEITE
Mamãe Esperança...MAMÃE- CARINHO, DOCE DELEITE
Eu nunca os esqueci, e para sempre, os amarei...
ATÉ QUE NOS REENCONTREMOS, QUANDO FOR PRECISO
NO DIVINAL PARAISO...


Minúsculas _ David da Costa
MAIÚSCULAS- DENISE SEVERGNINI
Denise Severgnini
Enviado por Denise Severgnini em 01/07/2005
Código do texto: T30000

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, desde que seja dado crédito ao autor original (Denise de Souza Severgnini http://www.denisesevergnini.recantodasletras.com.br) e as obras derivadas sejam compartilhadas pela mesma licença. Você não pode fazer uso comercial desta obra.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Denise Severgnini
Novo Hamburgo - Rio Grande do Sul - Brasil, 57 anos
11345 textos (916682 leituras)
16 áudios (8882 audições)
311 e-livros (34109 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 06:14)
Denise Severgnini