Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Era ainda madrugada e sem sono fui a praia,
andei sem destino, e parei,a areia era tão branca e ali sentei. 
olhei as ondas que vinham como que beijar, era suave ,
um silencio ,que resolvi me deitar. fechei os olhos por um momento, 
e ao abrir estavas junto a mim .
 Ali tão próximo que não ousei  me mexer , 
era como que um sonho,e tive medo de acordar. 
Sentas-te ao meu lado,e levemente me tocou, 
suavemente com sua língua ,entreabriu  minha boca e com ela a explorou. 
Era tão mágico  este momento que não me movi,
 e tu com suas mãos sabia a onde ir ,
desceste ate o meu decote e com sua mão delicadamente tocou meu seio ,
que no mesmo instante te respondeu com um suave arrepiar.
 Suspirei de desejo e  fiquei a esperar seus carinhos. 
Deitando ao meu lado encostaste em meu corpo que por instinto ao seu se aconchegou,sentindo seu calor desceste ate meu ventre ,
que ao te sentir se arqueou . 
Com seus toques deliciosos me fizeram gemer  ,
 e cada vez mais te querer,era um querer tão urgente que sem excitar me entreguei. 
Ali na areia branca no silencio da noite nos amamos um amor sem cobrança,sem  pudor tão sublime , que a lua contemplou . 
Entre beijos e afagos nos levantamos e sem nem uma única palavra ,
abraçados sobre a areia caminhamos...
  
Hedi Diniz
Enviado por Hedi Diniz em 25/11/2006
Código do texto: T300666
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Hedi Diniz
São Paulo - São Paulo - Brasil, 58 anos
1078 textos (99228 leituras)
1 áudios (264 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 21:47)
Hedi Diniz