Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

TRISTE ESPERA

AS HORAS PASSA E EU ME SINTO SÓ
COMO SE PUDESSE O SER MAIS QUE SOU
O TEMPO PRÁ MIM TÃO POUCO PASSOU
MAIS SÓ TRISTEZAS DEIXOU.

VIVO SÓ A ESPERA DE ALGUEM
QUE NUNCA VAI CHEGAR
A ESPERA E DOIDA E DEIXA UM AMARGO
QUE FERE A ALMA E AMARDA O VIVER.

ME DEIXARAM SÓ OS QUE AMEI
E TU AGORA QUE SENTI SER O MEU VIVER
ME DEIXA TÃO SÓ,
SEM ENTENDER O MEU VIVER.

SE SOUBESES DA SOLIDÃO DE MINHA VIDA
NÃO ME ABANDONARIA ASSIM
MAIS COMO TE CULPAR
SE NEM A MIM CONHECES .
COMO A TI JULGAR SE COMIGO,
NUNCA ESTIVE
E SEI QUE NUNCA ESTAREI.



Hedi Diniz
Enviado por Hedi Diniz em 26/11/2006
Código do texto: T301557
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Hedi Diniz
São Paulo - São Paulo - Brasil, 58 anos
1078 textos (99200 leituras)
1 áudios (264 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 12:22)
Hedi Diniz