Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Bendito o maldito amor

Por Iolanda Brazão


Maldito amor
Que veio roubar meu sossego
Chegando com cara de anjo
Enchendo-me de ilusão


Maldito amor
Que veio trazer-me dor
Desespero, angústia, depressão!
Cravou um punhal no meu coração


Maldito amor
Que ao beijar-me
Deu-me doçura
Mas no fim deixou o fel


Maldito amor
Onjo ou demônio
Minha maior perdição


Maldito amor
Que transformou minha vida
Trazendo avalanches
Tempestades, furacões!


Maldito amor
Pelo que me acho
Malditamente envolvida
Apaixonada, encantada, seduzida!


Maldito amor
Que me vejo agora
Finalmente a bendizer


Maldito amor
Que veio ensinar-me a amar, viver!
Por quem me apaixonei e amo
E que por isso nunca vou querer esquecer


Maldito?
Ou... bendito?
Agora não importa não
Ele é o amor
Que vive no meu coração.




Iolanda Brazão
Enviado por Iolanda Brazão em 26/11/2006
Código do texto: T301756

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Ex: cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Iolanda Brazão
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
343 textos (32009 leituras)
3 áudios (627 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 10:35)
Iolanda Brazão