CapaCadastroTextosÁudiosAutoresMuralEscrivaninhaAjuda



Texto

COR DA AREIA DO MAR

Este poema faz parte do romance “Luci! Cor da Areia do Mar”, que estou escrevendo sobre um pescador e uma médica; ambos sofridos numa relação de amor anterior ao experimento de paixão entre os dois, mas que se descobrem e enfrentam o preconceito das duas famílias, por questões religiosas e financeiras. O poema reflete a apreciação do pescador a imagem da mulher em sua beleza deitada na areia da praia.


COR DA AREIA DO MAR

Observo a tua imagem na praia,
Sobre a areia deitada...
Num biquíni decotado...
Meus olhos estão fixos,
Percebo-te...
Descubro-te...
Por teus olhos entro em tua alma,
Vejo teus quereres...
Vejo teus medos...
Teus lábios em movimento me seduzem,
Secos ao sol... Rachados...
Molhados por tua língua... Delicada...
Teus cabelos ao vento me buscam,
Encobrem parte do teu rosto...
Fazem sombra aos teus seios...
Seios de forma sublime,
Límpidos...
Esculpidos...
De causar inveja,
Raro ao belo...
Em sua cor como uma perola...
Vejo o teu ventre,
De poucos sinais...
De pele suave...
Vejo tuas pernas,
Tua coxa deitada...
Teus pés na areia enterrados...
Tua figura é um algo inimaginável,
Apreciável...
Desejável...
Impressiona aos que passam,
Corpo inigualável...
De puro espetáculo...
De mistura a cor da areia do mar!


Ricardo Davis
Enviado por Ricardo Davis em 06/06/2011
Reeditado em 24/06/2011
Código do texto: T3017835
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

Comentários

Sobre o autor
Ricardo Davis
Salgueiro - Pernambuco - Brasil, 56 anos
178 textos (10235 leituras)
3 e-livros (127 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/04/14 21:49)