Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

NUM TEMPO...
 
Rajadas de silêncios
emudecem os pensamentos.
Sentimentos em confronto
com os desencontros.
 
Palavras presas na garganta,
abismo que se defronta
no horizonte, que desponta
enodoado.
 
Sentidos a revelia,
coração atordoado.
Emoções desfolhadas,
soltas, revoltas;
orvalhadas
pelas lágrimas que caem.
 
Enfrentando a vida,
emergi, submergi;
me encontrei
e logo após me perdi...
 
Confusa, aturdida
não via uma saída.
No descompasso dos momentos
só encontrei partidas
e em findas esperas,
desfolharam as primaveras...
 
No escuro, desfio rosários
em preces sem pressa.
Na profunda imensidão do vazio,
os sonhos choram,
minh'alma se perdeu
num tempo,
que um dia me pertenceu.
 
As sombras do ontem
me envolvem,
aquecem um tempo só meu!...
 
09/10/2006
Anna Peralva
Enviado por Anna Peralva em 26/11/2006
Reeditado em 22/10/2009
Código do texto: T302291
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Anna Peralva
São Gonçalo - Rio de Janeiro - Brasil
1582 textos (60711 leituras)
3 e-livros (572 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 06:06)
Anna Peralva