Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PLANTINHA VIÇOSA.

 

 

Para a menina Joesa Rosa.

 

 

Hoje, nasce dentro de mim,

Uma plantinha de alegria.

Tímida, porém decidida.

Vou cultivá-la, só, todavia,

Sem poemas e séqüito de flores.

Quem sabe germinará viçosa?

Sincera e com muitos amores,

Como o amor de Joesa Rosa,

Que é planta última e derradeira.

Nascida bem no meu coração.

Foram cinco anos de sementeira.

Em cuidados e muita proteção,

Brotava dentro de mim amorosa,

Feito filha minha e venerada.

Estou em ti minha rosa cheirosa.

Do meu sangue estás impregnada.

É o rio invisível que herdaste,

E que te navegará por toda a vida.

Tu me possuis, e assim irradiaste,

A minha vida que foi preterida.

Tu és fruto de um amor qual poesia,

Com versos que eu faço poemas,

Duros, dolorosos, frios em nostalgia,

Dando vazão aos meus dilemas.

Para aonde eu for, um dia eu levarei:

Lembranças tuas que são o alimento,

Para o meu amor e não me afastarei,

De ti Joesa Rosa, sequer por um momento.

 

Eráclito Alírio

 

 

Eráclito Alírio da silveira
Enviado por Eráclito Alírio da silveira em 27/11/2006
Código do texto: T302631
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Eráclito Alírio da silveira
Imaruí - Santa Catarina - Brasil, 74 anos
889 textos (135352 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 18:54)
Eráclito Alírio da silveira